terça-feira, 27 de dezembro de 2011

De quem são os "followers"?

A recente pendenga, nos Estados Unidos, envolvendo um ex-funcionário de uma empresa de telefonia celular que pediu demissão, mas continuou usando a conta da companhia no Twitter, trocando apenas seu nome, mas levando consigo o saldo de pouco mais de 17 mil seguidores, traz à tona uma discussão: 


"A quem, de fato, pertence os seguidores? De quem é o mérito pela atração dos seguidores - da empresa ou o profissional que alimenta o conteúdo do perfil corporativo?"  

Oito meses depois do desligamento do funcionário, a empresa pede, na justiça, uma indenização de 370 mil (cerca de R$ 687 mil), mas o ex-funcionário afirma que recebeu a permissão e o pedido foi para que ele "postasse no nome deles de vez em quando".

O controle corporativo de contas no Twitter tem sido motivo de muitos debates e este caso pode abrir um precedente para disputas futuras. Mas o certo é que para a maioria das empresa é muito difícil ganhar um grande número de seguidores sem ter uma personalidade forte postando e atualizado os canis sociais. 
Com informações da BBC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito bem... quero saber sua opinião!!!

Related Posts with Thumbnails