quinta-feira, 21 de julho de 2011

Cidades digitais requerem especialistas multimídias



Com o advento da oferta de serviços digitais nas cidades brasileiras, como o de roteirizção e temporização da parada do transporte público via celular, nasce também a preocupação dos governos com a falta de pessoal capacitado para organizar e disponibilizar as informações a partir do cruzamento de multiplataformas como banco de dados, aplicativos para celular, GPS e sites como Google Maps.

Um exemplo é a capital paulista - São Paulo/SP que começou a contar com o serviço em que o Celular avisa a hora de descer do ônibus e a prefeitura "admite não ter nenhum funcionário em seus quadros pensando em como tirar proveito dessa tendência." Em cidades como Porto Alegre/RS e Rio de Janeiro/RJ que também já dispõem da novidade, o quadro também não deve ser diferente em matéria de pessoal...

Serviços como esse já estão integrado à rotina d metrópoles mundiais como Amsterdã (Holanda), Paris (França) e Nova York (EUA), dando provas de que a tecnologia pode melhorar a vida do cidadão.  Especificamente em  NY, o governo municipal criou o cargo de "digital chief officer" (secretário de mídia digital cuja função é melhorar o acesso e o gerenciamento dos dados públicos da prefeitura).

Com a ajuda de desenvolvedores, Nova York incentivou a criação de aplicativos para celular como o "Roadify" (vídeo acima), que ajuda o usuário a trafegar pela cidade e até informa sobre vagas disponíveis para estacionamento nas ruas.

Enquanto isso, engatinhamos por aqui... :'(
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito bem... quero saber sua opinião!!!

Related Posts with Thumbnails