terça-feira, 7 de dezembro de 2010

A queda do "Jornalismo de robô" está próxima

Projeto quer que agregadores de notícias paguem direitos autorais 

Tudo indica que a era do "Jornalismo de Robô" e da alimentação baseada no Ctrl C + Ctrl V está com os dias contados.  E já não era sem tempo.  O vultoso lucro dos agregadores de notícias que valem-se da busca do conteúdo produzido pelas agências de notícias e veículos de comunicação terá uma baixa. Um projeto da agência de notícias Associated Press (AP) propõe que tais serviços comecem a pagar direitos autorais às empresas jornalísticas pelo conteúdo.

Nada mais justo, pois não é uma tentativa de "acabar com os serviços agregadores, mas apenas dividir receitas", segundo o o vice-presidente da AP, Srinandan Kasi.  Mas obter uma reparação pela concorrência deseal imposta pelas ferramentas, conhecidas como crawlers que realizam pesquisas na internet em busca de informações sobre determinado assunto.


Atualmente, agregadores de notícias, como os "Alertas" do Google, movimentam cerca de US$ 500 milhões distribuindo conteúdo de terceiros, sem pagamento aos autores. O projeto da AP - que pretende ser lançado em julho de 2011 - prevê, ainda, a criação de uma entidade independente, que funcionaria como uma câmara de compensação, para recolher direitos autorais.

Além dos agregadores de notícias, o projeto da AP atinge as empresas de comunicação que realizam clipping e alguns blogs. mas o foco é nos de grande porte que valem-se apenas da cópia sem contextualizar ou acrescentar comentário algum.

Já há atecedentes na Europa, pois nasemana passada, a Justiça britânica determinou que empresas de clipping de notícias paguem direitos autorais a veículos de comunicação, usados para monitoramento de conteúdo digital pago.  A decisão foi tomada depois que a Newspaper Licensing Agency (NLA) - que representa oito grandes publicações do Reino Unido - moveu ação contra a empresa de relações públicas Meltwater.

Se o pagamento será compulsório, a melhor aposta a fazer é de que as empresas optarão pelo custo de produzir seus próprios conteúdos.  Jornalistas, estejam a postos! 



*Com informações do Portal Imprensa

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito bem... quero saber sua opinião!!!

Related Posts with Thumbnails