segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Evolucionismo e criacionismo dependem de fé para serem aceitos

Wellington Silva
'Tanto o criacionismo quanto o evoluconismo dependem da fé para serem aceitos' é o que diz  o biólogo, Wellington Silva - mestre em Genética Humana e doutor em Patologia Molecular - que  lecionaras duas correntes em cursos de graduação na área de Saúde e Teologia. Silva que é membro da Sociedade Criacionista Brasileira, faz uma crítica contundente à apresentação de um modelo único como sendo o verdadeiro, defende que cientistas podem harmonizar sua fé em Deus como criador e a Ciência.
***

Por que o debate Evolucionismo X Criacionismo não frequenta a pauta das discussões dos brasileiros 

W.S: Acredito que a grande diferença esteja no modelo mais descentralizado da educação que existe nos Estados Unidos em relação ao Brasil. Aqui, o MEC estabelece todas as regras para as escolas incluindo o conteúdo que deve serdado por cada professor. Nos Estados Unidos as escolas tem mais autonomia e elas podem produzir os livros para serem trabalhados na sala de aula. Portanto, uma educação mais democrática onde é apresentado para o aluno não apenas um modelo hegemônico para explicar as origens.


Então, o sr. considera importante a realização de eventos para discussão dessas teorias?
W.S: Sim. É preciso aprofundar mais o debate sobre as origens e mostrar para a sociedade que ainda existem muitas questões que permanecem sem resposta nesta área. Infelizmente a mídia apresenta apenas um modelo como sendo verdadeiro...

Tais debates devem unir a vivência acadêmico-científica com o cristuanismo?
W.S: Muitas pessoas acreditam que ciência e religião não combinam. Que os cientistas são evolucionistas e que para eles a Bíblia é um livro ultrapassado. Na verdade existe um grande grupo de cientistas que crêem em um Deus pessoal e oram para este Deus. Este evento, portanto, ajudará a mostrar que os cientistas podem harmonizar sua fé em Deus como Criador e a ciência.


O senhor é a favor do ensino do criacionismo nas escolas?
W.S: Sim, mas deve ser feito com cuidado pois a maioria dos professores não está preparada para ensinar o criacionismo. Acredito que as instituições públicas e confessionais precisam preparar os seus professores para trabalhar este assunto de forma crítica sem pender para um dos lados e deixar que os alunos façam a sua opção. Tive a oportundade de participar de encontros de capacitação para professores do ensino médio em Brasilia promovidos pela Sociedade Criacionista Brasileira...


...E como o senhor faz?
W.S: Eu procuro apresentar aos alunos alguns questionamentos à teoria evolucionista que a maioria dos livros omitem, mas procuro deixar claro que tanto o criacionismo quanto o evoluconismo dependem da fé para sua aceitação pois ambas as correntes têm seus pontos fortes e fracos.


O senhor vê preconceito em relação ao criacionismo?
W.S: Eu percebo que a maioria dos artigos e reportagens veiculados pela mídia são muito tendenciosos e procuram sempre enfatizar o conflito dizendo que a fé é contrária à ciência. Como criacionista, eu acredito que a fé na Palavra de Deus e a ciência podem coexistir perfeitamente na mente do pesquisador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito bem... quero saber sua opinião!!!

Related Posts with Thumbnails