quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Webjornalismo também se faz com apuração

Esta semana, alguns internautas decidiram testar a imprensa - firmados na desconfiança da capaidade dos jornalistas de "cavar" e checar informações - e inventaram um fictício jogador de futebol: o uruguaio Néstor Coratella,conhecido como Colibri, alvo de uma negociação milionária entre o clube sulamericano, Danubio para o europeu Villarreal.
O falso craque de 18 anos, tinha perfil no Facebook e vídeos no YouTube e vários sites esportivos reproduziram a "barriga" ( a lista está publicada num fórum ), talvez  porque com o atual "esquema de copia e cola", esqueceram que jornalismo se faz apurando e checando a veracidade das informações. Mas, felizmente, um repórter de um diário uruguaio descobriu a farsa,  ligando para o presidente do Danubio, Arturo Del Campo, que respondeu: “Esse jogador não existe”.

Informações do Comunique-se

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito bem... quero saber sua opinião!!!

Related Posts with Thumbnails