sexta-feira, 16 de abril de 2010

iPad é banido em Israel

Representantes do governo afirmam que frequência Wi-Fi do device da Apple entra em conflito com padrões locais

O governo de Israel barrou a importação do iPad e também está confiscando unidades de turistas que tentam entrar no país com o novo tablet da Apple.

Representantes do governo israelense informaram à Associated Press que a proibição foi imposta porque a conexão Wi-Fi do iPad utiliza uma frequência que entra em conflito com os padrões estabelecidos em Israel para redes sem fio.

“Se você opera um equipamento em frequência de banda que é diferente daquela que outros que operam localmente, haverá interferência”, afirmou à agência de notícias Nati Schubert, oficial do Ministério das Comunicações de Israel.

Autoridades locais afirmam que ao menos dez iPads de visitantes foram confiscados nos aeroportos do país na quinta-feira (15/04). Eles tentavam entrar em Israel com os aparelhos.

Em entrevista à publicação israelita Haaretz, diretor do Ministério das Comunicações Eden Bar Tal defendeu a proibição.

“O objetivo é que todos possam desfrutar das redes sem fio neste país; a importação de um device que não está adaptado aos padrões locais visa manter a harmonia”, afirmou o diretor. “Estamos preocupados com apenas uma questão: que nenhuma tecnologia sem fio prejudique as conexões de outros usuários.”

Para o ministério israelense, o iPad utiliza sinais de Wi-Fi que são mais fortes dos permitidos no país e em algumas partes da Europa.

Na quarta-feira (14/04), a Apple anunciou que atrasaria o lançamento do produto na Europa, mas não citou a compatibilidade Wi-Fi como um problema ou fator para tal decisão.

Na primeira semana em que o produto foi colocado nas lojas, a Apple comercializou mais de 500 mil unidades.

[IT Web]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito bem... quero saber sua opinião!!!

Related Posts with Thumbnails