Em uma análise de 28 mil tweets em duas semanas, a empresa Peer Analytics concluiu que 40,45% dos posts são “conversas inúteis”. Em segundo lugar ficaram as “conversas normais”, com 37,55%.
A moda de “espalhar notícias”, por meio de retweets ou posts vem em terceiro, com 8,7%. A “auto-promoção” ou as publicidades no Twitter foram responsáveis por 5,6%. Por fim ficou o spam, com 3,6% dos tweets.

Segundo matéria do Telegraph, o resultado surpreendeu a empresa, que afirmou não esperar que as conversas normais fossem altas e a publicidade fosse baixa.

Fonte: Gigablog