domingo, 10 de agosto de 2008

Um show para se 'ouvir com o coração'

"Ouça os corações, ouça-nos cantar...

E para expressar quão grande é o nosso amor,

escute os corações"

Mais que uma apresentação de música gospel. Com certeza ainda está valendo o título de melhor cantor solo adventista do Brasil, conferido a Nadson Portugal, tempos atrás pela Rede Novo Tempo de Rádio. Prova disto foi a primeira sessão do lançamento do terceiro CD de Nadson que aconteceu na noite de hoje (9), marcada pela celebração à arte de cantar e de “ouvir os corações”.

Poucas (para ser mais exata - raríssimas) são as apresentações de trabalhos de artistas-solo que costumam ter um palco tão povoado de amigos e familiares, sempre embalados por tons de gratidão, cavalheirismo e citação às inúmeras colaborações que levaram à concretização de mais um disco na praça. Um verdadeiro culto, como sempre ressalta o próprio Nadson.

Em meio ao repertório das apresentações de canções novas e “velhas”, uma nota foi a tônica – a necessidade humana de valorizar os semelhantes e sempre achegar-se a Deus. Se “palavras não conseguem expressar”, lágrimas puderam. Perto de mim (e no meu lugar também), na fila em que sentei pessoas choraram ante à receita (talvez a solução para conflitos entre pais e filhos) para lidar com o filho que “adquiriu um novo modo de vida” – quero-o perto de mim, porque o amo!”. Declaração fechada com um abraço caloroso e demorado.

Para mim, é preciso muito mais que conhecimento técnico para assistir a um “show” de Nadson Portugal , é necessário “ouvir com o coração”, uma verdadeira experiência com Deus e lição de que é impossível brilhar sozinho. Que o digam o Grupo HarmusS, Art’Trio, parentes, amigos de perto e de longe, carinhosamente citados pelo cantor.

Sim, a qualidade estética da obra apresentada é digna de ser levada em conta. Desde o conteúdo forte das letras, ao trabalho minucioso dos músicos até o figurino e decoração impecável (que por sinal, fizeram um casamento perfeito, denotando a sobriedade da cenografia) do palco do Teatro do SESI/Casa do Comércio. Sem, dúvida, proporcionou uma perfeita fruição, como queiram os críticos de arte.

P.S: Nem o cantor, nem a produção me encomendaram este post. Sim, pontos negativos em todos os lugares existem. Mas hoje, eu escolhi registrar este evento com o que vi de melhor. Tente também. Para quem não foi, amanhã tem mais duas sessões – às 16h e 18h30.


:D :D :D :D :D

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito bem... quero saber sua opinião!!!

Related Posts with Thumbnails